Observatório Social de Bento Gonçalves segue na busca de mantenedores

Publicado para | Destaque em 10 de agosto de 2017 11:02

 

OSBG segue com os mesmos 12 mantenedores conquistados ainda no início do ano

Desde seu primeiro mês de atividades, o Observatório Social de Bento Gonçalves (OSBG) vem atuando com a participação de 12 mantenedores, que garantem 60% do investimento mensal previsto inicialmente pela instituição. Mesmo assim, os avanços são visíveis com a inauguração da sede, a captação de voluntários e a contratação de uma coordenadora e de uma estagiária, conquistas que permitiram ordenar e efetivar atividades burocráticas e operacionais essenciais para o andamento dos trabalhos.

Apesar de ter concluído etapas fundamentais para a continuidade de um trabalho que tem o desafio de monitorar a gestão pública numa atuação preventiva e pró ativa, com o objetivo de buscar a qualidade na aplicação dos recursos e a sustentabilidade do setor público, os recursos não são suficientes para colocar em prática outras ações como, por exemplo, a contratação de mais um estagiário para o operacional e, principalmente, para ações dos Programas 2 e 3 – Semear e Dinamizar a Cidadania Fiscal, com a confecção de materiais para utilização nas escolas municipais. Isso porque a instituição depende da participação de mais empresas e entidades comprometidas com o projeto e que possam destinar recursos mensais para cobrir os 40% restantes.

Mesmo assim, a OSBG vem mantendo uma rotina diária de monitoramento das licitações dos poderes Executivo e Legislativo de Bento Gonçalves, tarefa que vem sendo desempenhado pela coordenadora Gisele Guerra, por uma estagiária e seis voluntários. O primeiro relatório deverá ser apresentado para a sociedade no mês de setembro. Contudo, a demanda não vem sendo suprida. “Aqui todos os membros da equipe fazem tudo, mas mesmo assim não conseguimos dar conta”, esclarece Gisele. “Precisamos do apoio de empresas e entidades que enxergam e acreditam no trabalho voltado ao exercício da cidadania e que se manifestem com atitude em favor da transparência e da qualidade na aplicação dos recursos públicos”, destaca.

Para sensibilizar empresários e lideranças a participar do projeto, a comissão voluntária do OSBG vem apresentando a proposta para pequenos grupos com o objetivo de esclarecer dúvidas e explicar o funcionamento da operação em defesa da transparência. Interessados em conhecer mais profundamente o projeto podem solicitar uma reunião por meio do e-mail bentogoncalves@osbrasil.org.br.

O Observatório Social é uma entidade não governamental, sem fins lucrativos. Funciona como pessoa jurídica, em forma de associação, primando pelo trabalho técnico com uso de uma metodologia de monitoramento das compras públicas em nível municipal, desde a publicação da licitação até o acompanhamento da entrega do produto ou serviço. A ação é preventiva no controle social dos gastos públicos. O OS atua em quatro eixos que são a Gestão Pública, a Educação Fiscal, o Ambiente de Negócios e a Transparência.

Mais informações podem ser obtidas pelo bentogoncalves@osbrasil.org.br ou pelo telefone 3452.7411.

Mantenedores
Ascon, CDL, CIC, Conceitocom Brasil, Copiersul, Fervi, Movergs, Real Assessoria, SEC BG, SESCON RS, Sicoob Meridional, Sicredi Serrana, Sindilojas, Sindmóveis, Supermercado Grepar e UCS.

 

 

Apoiadores